IPCA
0,51 Nov.2019
Topo

“Vem para a Caixa você também”

João Antônio Motta

18/11/2019 05h09

Esta é uma das chamadas publicitárias mais antigas do Brasil e, sinceramente, nunca fez tanto sentido.

Semana passada escrevi sobre a portabilidade de dívidas, levar suas pendências a outro banco, concluindo que em apenas algumas operações isso teria resultado.

E isso porque os juros praticados por Banco do Brasil, Caixa Econômica Federal, Banco Bradesco, Banco Itaú e Banco Santander, que detém 83,8% dos depósitos e 84,8% dos empréstimos concedidos, são quase idênticos.

Apresentei inclusive dados do Banco Central que mostram que a diferença de juros para aquisição de veículos variava de 1,21% ao mês no Bradesco, com a menor taxa, até 1,68% ao mês na Caixa Econômica Federal, com a maior taxa.

O texto saiu na segunda passada (11) e, já na terça (12), a Caixa conseguiu me calar.

Os juros do cheque especial caíram para inacreditáveis 4,99% ao mês, sendo ainda apresentada uma linha de crédito imobiliário com juros de 2,95% ao ano e correção pelo IPCA, o que também é algo inédito.

Não bastasse, há ainda um cartão de crédito internacional, sem anuidade, com taxa de juros em rotativo de 8,99% ao mês.

A Caixa afirmou que isso é a retribuição à sociedade pelo robusto lucro que teve no período anterior, reconhecendo que a taxa ainda é elevada frente a Selic e concluindo que pode ter espaço para reduzir mais os juros.

É de soltar fogos de artifício. 

Finalmente haverá concorrência no setor bancário, o que muito foi alardeado em governos anteriores, a utilização dos bancos públicos para criar uma vertente de concorrência, o que nunca chegou a se realizar.

Aliás, se a moda pega em reduzir os juros frente a bons resultados, é de esperar taxas em queda, já que o lucro de Bradesco, Itaú, Santander e Banco do Brasil cresceu 15% e soma 59,7 bi no ano, sendo recorde absoluto.

Mas isso será de esperar sentado, e em local bem confortável.

O fato é que a Caixa saiu na frente da concorrência e, certamente, ampliará consideravelmente sua base de clientes, podendo assim ter mais ganhos e com risco pulverizado.

É de ressaltar ainda ter informado a Caixa que, para contratação do "Pacote Sim", onde há todos estes benefícios, foi criada uma plataforma digital, sem necessidade de comparecimento a uma agência física.

Ainda em nota a Caixa informou: "A experiência se inicia pelo site do banco, por meio de um simulador que apresenta as melhores opções de crédito para cada cliente, conforme perfil, garantias apresentadas e destinação dos recursos. A partir deste simulador, o cliente pode entrar em contato com a equipe de atendimento CAIXA por meio de chat e tirar suas dúvidas, enviar documentos, solicitar avaliação de crédito e contratar pacote CAIXA Sim, caso aprovado. Tudo isso com muito mais comodidade e conveniência."  

Parabéns a Caixa Econômica Federal, nunca fez tanto sentido sua publicidade.

Sobre o Autor

João Antônio Motta é advogado (PUC/RS – OAB em 1982) especialista em obrigações e contratos, com ênfase em direito bancário, econômico e do consumidor. É autor do livro “Os Bancos no Banco dos Réus“ - Ed. América Jurídica, (Rio de Janeiro, 2001).

E-mail de contato: contato@jacmlaw.com

Sobre o Blog

Este blog traz informações independentes sobre bancos, segurança, cobrança, investimento e outros temas que ajudam no seu dia a dia com as instituições financeiras.

Blog do João Antônio Motta